é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Nordestão

Publicada em 03 de julho de 2018 às 16h14

Saiba mais sobre o adversário do Bahia na final do Nordestão

Sampaio Corrêa chega à final da Copa do Nordeste, mas faz campanha negativas em outras competições

Victor de Freitas

2018-07-03-15-22_capasampaiocorrea
Fonte: Carla Bonatto / Sampaio Corrêa

Nesta quarta-feira (04), a final da Copa do Nordeste começará a ser disputada com a partida de ida entre Sampaio Corrêa e Bahia. No Maranhão, o Esquadrão buscará um resultado que lhe dê vantagem para o duelo de volta, na Fonte Nova. Adversário tricolor na decisão regional, o time maranhense que vive uma temporada de altos e baixos.

Time que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro, o Sampaio Corrêa vai disputar sua primeira final de Copa do Nordeste e faz uma temporada oscilante em termos de resultados.

O começo da temporada do Tricolor foi marcado por uma campanha decepcionante no Campeonato Maranhense, ficando na modesta quinta colocação - atrás de clubes como São José, Maranhão, Imperatriz e do campeão Moto Club.

No Nordestão, o time maranhense tem conseguido desempenhar seu melhor futebol na temporada, alcançando a decisão após vencer o Vitória por 3 a 0 nas quartas de finais e eliminar o ABC nas semifinais.

Porém, na Série B, o Sampaio Corrêa novamente decepciona com uma campanha que o deixa perto do Z-4. Em 13 rodadas, a Bolívia Querida - como é conhecido o time - possui 15 pontos e está na 15ª colocação. Nos últimos cinco jogos da Segundona, foram duas derrotas, dois empates e apenas um triunfo.

Nos últimos 10 jogos da temporada, foram três derrotas, três triunfos e quatro empates.

Desempenho geral do Sampaio em 2018:

35 jogos / 14 triunfo / 11 empates / 10 derrotas
40 gols marcados / 28 gols sofridos
Marcou gol em 71% dos jogos / Sofreu gol em 51% dos jogos

Velhos conhecidos do Bahia:

O elenco "boliviano" conta com quatro jogadores que passaram pelo Bahia em temporadas recentes. Dentre eles, o jogador que mais vezes atuou o Esquadrão é o lateral-esquerdo Raul, jogador tricolor entre 2013 e 2014.

Os atacantes João Paulo Penha e Alexandro defenderam a camisa do Esquadrão na Série B de 2015. Já o zagueiro Maracás iniciou sua carreira nas divisões de base do Fazendão, mas deixou o clube sem atuar pelos profissionais.

“Agora é decisão. Precisamos entrar em campo com atenção máxima, concentrados, e fazer um jogo de pouco erro, porque o Bahia é um adversário muito difícil. Temos que entrar ligados e tentar aproveitar as chances que tivermos. A decisão está aberta, mas vamos batalhar muito para conquistar esse título”, disse João Paulo Penha.

Sem tempo para treinar:

O Sampaio Corrêa chega para a partida de ida da final literalmente sem tempo para treinar. Após jogar em Londrina no último domingo, pela Série B, a equipe tricolor chegou em São Luís apenas na madrugada desta terça-feira (03). Sendo assim, não encontrou tempo para realizar um treinamento com bola e realizou apenas atividade regenerativa.

Confira a tabela detalhada das finais do Nordestão:

Jogo de ida
04/07 - 21h45 - Sampaio Corrêa x Bahia - Castelão, São Luís (MA)

Jogo de volta
07/07 - 17h45 - Bahia x Sampaio Corrêa - Fonte Nova, Salvador (BA)

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.