é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 10 de junho de 2018 às 19h46

Prates admite má fase, mas confia em volta por cima do Bahia

Técnico diz que elenco tem condições de crescer dentro da Série A

Victor de Freitas

2018-06-07-22-48_capaclaudioprates1
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia acumulou mais um jogo sem vencer neste domingo. Diante do Botafogo, na Fonte Nova, o Esquadrão de Aço apenas empatou em 3 a 3 e ampliou o mau momento do time no Brasileirão. Após o jogo, o técnico interino Cláudio Prates falou sobre o desempenho de seus atletas.

Depois de acumular a quarta partida sem triunfos no Campeonato Brasileiro, Cláudio Prates admitiu que a equipe está em uma fase ruim. Entretanto, ele garante confiança no potencial de crescimento dos jogadores para tirar o Bahia da zona de rebaixamento.

"A fase não está boa. No jogo anterior, a gente não merecia perder. E, quando a fase não está boa, acontece o que aconteceu. O Elton errou o gol, e a gente tomou o gol (contra o Paraná). O que ressalto é que lá a gente teve chance com Lucas aos 42 minutos (de ganhar o jogo). E aqui a gente teve o empate. Isso seria muito ruim da nossa parte se não admitisse fase ruim da nossa equipe. A gente não está legal. Estou à frente desse grupo, e é impressionante o que eles tentam melhorar. A gente tem que continuar tentando. Nada vai impedir que, na quarta-feira, essa fase mude. Olhe onde a falta entrou. Estou feliz pelo grupo que estou dirigindo e o potencial de crescimento que nós temos", disse o auxiliar técnico fixo do clube.

Sobre o desempenho tricolor contra o Botafogo, Prates lamentou ter sofrido gols quando dominava o adversário.

"Quando a gente começou a dominar o jogo com um jogador a mais, tomou o gol. O que a gente não pode é colocar o grupo para baixo. Sabemos que temos homens. Essa é a hora de falar pouco e trabalhar muito. Essa semana foi cobrada atitude após o jogo de Curitiba, e eles responderam. Sei que, para a torcida, é horrível; para vocês da imprensa, é horrível analisar sem ser o placar. Temos muita coisa a melhorar. E o grupo está consciente. Fechamos, agradecimentos a todos, e amanhã temos que trabalhar para melhorar. A gente tem que sair dessa zona", analisou.

Atento às carências do elenco, o técnico interino a diretoria tem trabalhado para ajustar o elenco durante a pausa para a Copa do Mundo.

"Isso aí a gente conversa internamente, deixa essa questão para a diretoria. O Diego (Cerri), o presidente, estão trabalhando muito. Acredito que nessa semana, principalmente na parada da Copa, a gente vai conseguir arrumar a casa. A gente tem um grupo qualificado. A cobrança é justa, mas ninguém está se omitindo; está dando a cara a tapa. O pessoal não está brincando, está fazendo o seu melhor. Mas a fase está ruim", disse o treinador.

O Bahia vai entrar em campo às 21h45 de quarta-feira (13), contra o Corinthians, na Fonte Nova.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.