é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 04 de fevereiro de 2019 às 19h23

Gilberto avalia início de ano e vê Fernandão em readaptação ao Brasil

Atacante quer manter boa fase vivida no início de 2019

Victor de Freitas

2019-02-04-19-13_capagilberto59
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Gilberto é o principal nome do Bahia nos primeiros jogos do ano. Com seis gols em quatro atuações, o camisa 9 é o artilheiro do Brasil em 2019 e segue buscando manter a boa fase no começo da temporada.

Autor de um golaço no Ba-Vi, Gilberto foi escolhido para conceder entrevista coletiva nesta segunda-feira (04) e avaliou seu início de temporada. Ele diz que ainda é cedo para afirmar que vive a melhor fase da carreira.

Siga o Instagram do ecbahia.com: @ecbahiapontocom

“É muito cedo para falar que é a melhor fase da minha carreira. Estamos no começo da temporada e temos que trabalhar o máximo para conquistar o que Deus nos dá no dia a dia, jogo a jogo. Nossa equipe está trabalhando forte, escutando o que Enderson está falando”, avaliou o atacante.

O gol marcado no Ba-Vi é um dos mais bonitos da carreira do centroavante.

“Sim, o gol com certeza está entre os mais bonitos. Já fiz outros de bicicleta, voleio. Esse foi, por se tratar de um clássico, um dos mais bonitos. Não sei se o mais bonito porque fiz gol bonito em decisão de fora da área e acho que até hoje foi o mais bonito. Se tivesse sido em uma decisão, talvez fosse o mais bonito da carreira. Fiz no Santa x Sport por se tratar de uma final de campeonato. Mas esse gol vai ficar marcado na história. Tenho certeza que se não for o mais bonito, vai ser o mais lembrado”, afirmou.

Readaptação de Fernandão ao Bahia

Fernandão retornou ao Bahia depois de cinco temporadas atuando bem longe do Brasil, com quatro anos na Turquia e cerca de seis meses na Arábia Saudita.

Quando chegou ao Bahia, Gilberto vinha de seis meses na Turquia. Mesmo tendo atuado bem menos tempo fora do Brasil, o camisa 9 afirma que entende o momento vivido por Fernandão, que é de readaptação ao futebol brasileiro.

“Eu estou fazendo amizade muito legal com ele. Todo mundo sempre falou bem dele. Nessa volta é complicado. Quando voltei, um pouco complicada essa readaptação no futebol brasileiro, outro estilo de jogo no Brasil. Nós temos um treinador com um estilo muito agressivo, diferente do que é o Brasil. Para se encaixar nisso, o treinador e nós colegas, temos que ajudar ele nesse início. E eu o trato como trato todos os meus companheiros. Gosto bastante dele. Um cara que via jogando pelo Fenerbahce e sempre se doava ao máximo. Ele se doa ao máximo nos treinamentos. Estamos muito felizes que tele tenha vindo e tenho certeza que ele vai nos ajudar no decorrer do campeonato”, falou Gilberto.

Sem metas de artilharia

Goleador da Copa do Nordeste e do futebol brasileiro neste primeiro mês de temporada, Gilberto diz não traçar metas.

“Estou motivado para ajudar meus companheiros. Há um tempo quando colocava metas não conseguia chegar. Não tenho metas. Estou jogando jogo a jogo e Deus está me abençoando”.

Dois jogos em dois dias

“No futebol profissional, nunca. Quando era mais novo jogava torneios em diversos locais que jogava no mesmo dia três, quatro vezes. Sobre esse jogo, necessitamos ter os triunfos. Temos que levar força máxima para os dois e sei que o Enderson vai saber dividir bem”.

O Bahia encara o Atlético de Alagoinhas na quarta-feira (06), fora de casa, e o Liverpool-URU na quinta (07), na Fonte Nova.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.