é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Sulamericana

Publicada em 04 de outubro de 2018 às 08h16

Enderson cita desgaste para preservar atletas e elogia elenco

Treinador ressalta que não poupou jogadores, mas sim precisou escolher outros

Victor de Freitas

2018-09-28-11-44_capaendersonmoreira41
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia eliminou o Botafogo nas penalidades e avançou para disputar as quartas de finais da Copa Sul-americana pela primeira vez em cinco participações. No jogo de volta, fora de casa, o técnico Enderson Moreira surpreendeu ao mandar a campo uma escalação sem alguns dos principais titulares. Em entrevista, ele explicou a opção por ter preservado atletas.

Segundo o treinador tricolor, não houve opção de poupar jogadores como Lucas Fonseca, Gregore, Ramires e Élber, mas sim necessidade, devido ao desgaste sofrido por estes jogadores.

"As pessoas acham que a gente toma decisões por querer. Não tem nada disso. Trouxe jogadores em condição (de jogar). Quem ficou é porque não reuniu condição mínima para iniciar uma partida. O Bahia completa 62 jogos. Enfrentamos o Botafogo, que fez pelo menos dez jogos a menos que a gente. Vamos confrontando com equipes que fizeram menos jogos. Não foi escolha. Tivemos que tomar essa decisão. A gente tinha que entrar com o time mais inteiro possível. O desgaste que esse grupo tem tido... Foi a única equipe da Série A que não teve o período da Copa do Mundo. Ceará ficou uma parte, depois teve período de treinamento", explicou.

Com cinco desfalques, incluindo os quatro desgastados e o suspenso Léo, Enderson precisou encontrar formas para suprir as ausências na escalação inicial e, principalmente, durante o jogo. Jogadores que não atuavam há um longo período entraram em campo e ajudaram a garantir o resultado. Jackson não atuava há 18 meses, enquanto Allione vinha sem jogar desde junho.

"(...) Não canso de enaltecer a dedicação desses jogadores. Tem hora que eu me surpreendo com a capacidade de correr e superar desafios, que no interior eu achava que talvez não desse. Com o elenco que tem, a gente sabendo usar bem... Hoje, tivemos o retorno do Jackson, que passou por uma cirurgia complicada, assim como o Douglas, o Allione, que não joga há algum tempo. Não canso de enaltecer esse grupo pela capacidade de se superar. Depois do jogo contra o Flamengo, quatro jogadores me falaram que não tinha condição de participar do jogo. A gente tem que tomar decisões. Tem que ser tomada essa decisão", destacou.

Enderson também fez questão de ressaltar que não poupa jogadores.

"A única coisa que me incomoda é a palavra poupar. Poupar é quando sobra. Os jogadores que a gente não põe para jogar é porque não está sobrando. Vou dar o exemplo do Gregore, Zé já fez 56 jogos na temporada. A gente não poupa ninguém, o jogador que não tem condição de iniciar o jogo em boas condições, a gente opta por outro atleta. Nós não temos nenhum tipo de preferência, de prioridade. A prioridade é sempre o próximo jogo", disse.

Chance de fazer história na Sul-americana

"Fico feliz, mas é uma página em branco ainda. A gente pode escrever. A página está escrita até determinado ponto. Espero que a gente possa ser muito capaz. Um grande adversário pela frente. Espero que a gente possa continuar escrevendo essa página na Copa Sul-Americana, que a gente possa, quem sabe, entregar para o nosso torcedor uma grande conquistar nessa temporada".

Elogios a Douglas

"Fico muito feliz com a questão do Douglas. Só quem joga futebol tem a exata noção de que, em algum momento, todos vão falhar, um dia que não vai ser tão bom. O que sempre falo é que a gente não ode carregar o erro anterior. Tem que esquecer dentro da partida mesmo. A gente tem que entender que são atletas que jogam futeb9ol, que as pessoas acham que é muito fácil. Quanto ao Flávio, um atleta que está sempre preparado para nos ajudar. Acho que foi muito bem na lateral esquerda, nos deu a tranquilidade de uma saída de bola. O confronto foi muito equilibrado. A gente teve um crescimento muito forte no segundo tempo. Qualquer um que passasse seria merecido. Ainda bem que foi o Bahia".

Tiago

"Voltou, fez todos os trabalhos, transição, participou dos treinamentos normalmente. Agora a gente precisa ver o que foi na verdade. Pode ter sido apena suma fibrose. Não quero falar muito porque é muito prematuro. Mas ele estava apto para poder participar".

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.