é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Marketing

Publicada em 22 de fevereiro de 2016 às 14h27

Dirigente são paulino torna pública proposta da TV fechada

Canal estrangeiro oferece bem mais que Globo. Bahia recebe proposta similar à do tricolor paulista

Da Redação

Com informações obtidas junto ao diretor do São Paulo, o jornalista Luís Augusto "Menon", publicou em seu blog novos detalhes sobre as propostas da Globo e Esporte Interativo para a transmissão do Campeonato Brasileiro em canal fechado a partir de 2019.

A proposta da rede carioca, aceita por alguns dos principais clubes do país e pelo rival de Canabrava seria a seguinte:

  • Empréstimo de R$40 milhões (pagamento seria a partir de 2019 e incidiriam juros e correção monetária).
  • Redução de 25% nos contratos de TV aberta para as temporadas 2016 a 2018.

Como o Tricolor paulista recusou a proposta, a "Vênus Platinada" fez uma nova:

  • Luvas de R$60 milhões.
  • Manutenção do atual contrato de TV aberta, sem a redução de 25% aceita pelos outros clubes.
  • Acabar os privilégios para Corinthians e Flamengo.
  • As cotas seriam divididas da seguinte maneira: 40% divididos igualmente entre os 20 integrantes; 30% de acordo com a classificação no campeonato e 30% pela exposição na TV.

ESPORTE INTERATIVO

O canal que tem por trás o grupo Turner, um dos maiores dos Estados Unidos, ofereceu:

  • Luvas de R$40 milhões
  • R$560 milhões ao ano apenas para a TV fechada. o montante será dividido assim: 50% para os 20 clubes de maneira igual (R$14 milhões); 25% conforme a classificação no campeonato e 25% pela exposição na TV.
  • Caso ocorra retaliação da Globo, o EI garante indenizar os clubes.

Em seu site oficial, o canal que hoje detém os direitos de exclusividade da Champions League, Copa do Nordeste e Copa Verde na TV fechada, publicou maiores detalhes do que foi apresentado aos representantes dos clubes. Sem citar valores, o EI fala da divisão das cotas semelhante ao modelo da liga inglesa e assume compromissos tais como:

  • Chamar as Arenas e os times por seus nomes, independentemente deste nome ser ou não uma marca comercial.
  • Exibir as marcas dos patrocinadores dos times e das Arenas, de forma a valorizar essa propriedade e ajudar os clubes a aumentar ainda mais suas receitas e assim fortalecer o futebol brasileiro.
  • Transmitir um número mínimo de jogos de cada time, independentemente do seu estado. Acreditamos que a força do futebol brasileiro está espalhada por todas as regiões e torcidas do país.

PROPOSTAS FEITAS AO BAHIA

O presidente Marcelo Sant'Ana está à frente das negociações junto às TVs. Por meio do seu perfil no twitter, o mandatário tricolor disse que já tem sua preferência. Os números foram apresentados ao Conselho Deliberativo do clube no último dia 20.

O ecbahia.com teve acesso a algumas informações sobre o conteúdo das propostas e os valores são iguais aos citados pelo dirigente do São Paulo.

A Globo oferece uma proposta cujo valor total é de R$1,1 bilhão que englobaria TV aberta, fechada, pay-per-view, placas, mobile e transmissão internacional, numa espécie de "combo", o que é proibido por lei, já que prejudica a livre concorrência. Emprestaria ainda R$20 milhões a serem pagos com juros a partir de 2019. O contrato teria 5 anos de duração e os valores seriam os mesmos praticados hoje para a TV fechada.

O EI por sua vez, ofereceu ao Bahia o mesmo que foi apresentado ao São Paulo.

A decisão do clube será tomada em breve, por meio de votação no Conselho Deliberativo em reunião a ser convocada pela Diretoria Executiva.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.