ecbahia.com

é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Marketing

Publicada em 09 de agosto de 2018 às 17h13

Diretoria do Bahia se posiciona sobre caso Esporte Interativo

Falamos com Vitor Ferraz sobre o assunto. Bellintani também se manifestou

Da Redação

A notícia do fim dos canais Esporte Interativo pegou todo país de surpresa na manhã desta quinta. Não foi muito diferente com o Bahia, um dos primeiros clubes a fechar contrato com o canal para as transmissões do Campeonato Brasileiro em TV fechada a partir de 2019.

Em contato telefônico com o vice presidente do clube, Vitor Ferraz, a redação do ecbahia.com quis saber qual será o posicionamento do Tricolor diante do novo cenário que se desenha. Ainda na viagem de retorno após a partida em Mondevidéu, Vitor disse que também foi surpreendido e que ainda não tomou parte de todos os detalhes uma vez que havia acabado de chegar em São Paulo para fazer a conexão para Salvador.

Aproveitamos também para saber se a discordância entre clube e Canal sobre o valor de 40 milhões recebidos na época da assinatura do contrato com o EI já havia sido esclarecida. Segundo Ferraz, não resta dúvidas que o montante se refere ao pagamento de luvas contratuais e não antecipação de receitas.

Guilherme "Belicoso"

Já o presidente tricolor, Guilherme Bellintani adotou um tom mais assertivo. Em conversa com o jornalista Daniel Dórea do jornal A Tarde, o dirigente disse que o clube "buscará a rescisão do contrato via arbitragem, com as respectivas indenizações , visando proteger o patrimônio e a imagem do clube."

Contrato causaria revolução

O Bahia foi um dos primeiros clubes da elite do futebol brasileiro a firmar acordo com o canal brasileiro ainda em 2016, meses antes que grupo Turner, conglomerado americano de mídia e dono do EI, fosse vendido à AT&T.

Pela primeira vez o monopólio da Globo seria quebrado e seu canal fechado, SporTV, teria um concorrente direto na transmissão do maior campeonato de futebol do país. Assim como o Bahia, outros times do Clube dos 13 (Atlético-PR, Internacional, Palmeiras e Santos) estão agora envoltos numa nuvem de incertezas. 

Além deles, Ceará e Paraná (atualmente na série A), Criciúma, Coritiba, Figueirense, Fortaleza, Paysandu, Ponte Preta e Sampaio Corrêa (atualmente na Série B), Joinville e Santa Cruz (atualmente na Série C) firmaram acordo com o EI caso estissem na série A a partir do próximo ano.

Diante do comunicado de hoje, a tendência é que a Globo retome seu monopólio na TV fechada a não ser que a ESPN ou Fox (prestes a serem unidas já que a Disney, dona da ESPN está fechando a compra da Fox) entrem na jogada.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.