ecbahia.com

é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Sulamericana

Publicada em 11 de abril de 2018 às 23h35

Com time reserva, Bahia estreia com derrota na Sul-americana

Esquadrão vai precisar reverter desvantagem no jogo de volta

Victor de Freitas

2018-04-11-23-28_capabloomingxbahia2
Fonte: Site Diez.bo

A noite de Copa Sul-americana para o Bahia. Jogando na cidade de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, o Esquadrão foi derrotado por 1 a 0 pelo Blooming.

O próximo jogo do Tricolor será disputado neste domingo (15), contra o Inter, pela estreia na Série A. Já o duelo de volta contra os bolivianos acontecerá no dia 8 de maio, na Fonte Nova.

O JOGO

Atuando longe do Brasil e com a Série A perto de ser iniciada, o técnico Guto Ferreira optou por apostar em um time alternativo, com apenas o goleiro Douglas sendo titular absoluto na equipe escalada.

No primeiro tempo, o Bahia demonstrou superioridade técnica desde o início da partida. Régis fez o goleiro trabalhar logo no primeiro minuto, com uma finalização forte com a perna direita.

Outra grande oportunidade tricolor aconteceu aos 13 minutos. Élber tocou em profundidade para Júnior Brumado, dentro da grande área. O camisa 9 tricolor da Sul-americana pegou firme na bola, mas o chute passou apenas ao lado da trave.

No meio da primeira etapa, o Blooming "acordou" em campo e fez o goleiro Douglas trabalhar pela primeira vez aos 18 minutos. Leonardo apareceu frente à frente com o arqueiro tricolor e chutou, mas o camisa 1 do Esquadrão defendeu.

Com um time inteiramente reserva na linha, as jogadas ofensivas partiam na maioria das vezes dos pés de Allione, pelo lado esquerdo do meio-campo.

No fim da primeira etapa, com a partida mais equilibrada, os dois times tiveram mais uma oportunidade cada um. Pelo Esquadrão, Júnior Brumado foi colocado em condições de finalizar na grande área e, sem marcação, chutou para defesa do arqueiro rival, aos 37 minutos. Em resposta, Joselito Vaca fez Douglas trabalhar em uma cabeçada perigosa aos 44.

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, o Esquadrão de Aço criou duas grandes chances de abrir o placar com menos de cinco minutos. Na primeira chance, Élber aproveitou cruzamento e cabeceou - mas nas maos do goleiro. No segundo lance, o mesmo Élber finalizou e teve seu chute desviado pela defesa.

Porém, foi o time boliviano quem saiu na frente. Aos cinco minutos, Leonardo Vaca recebeu cruzamento e cabeceou para difícil defesa de Douglas. No rebote, o mesmo Vaca conseguiu concluir ao gol.

Depois de sair em desvantagem, o Esquadrão passou a ter dificuldades para invadir na defesa boliviana. Zé Rafael foi colocado em campo, no lugar de Élber, para tentar reverter a situação. Entretanto, foi novamente o Blooming quem arriscou com perigo aos 24 minutos, em novo chute de Leonardo Vaca, para defesa de Douglas.

Teve estreia! Contratado para o time sub-23, o volante Flávio foi relacionado pela primeira vez e teve a chance de entrar em campo com a camisa do Esquadrão aos 30 minutos.

Apenas aos 34 minutos o Bahia voltou a levar perigo no ataque. Régis recebeu passe no lado direito da grande área, cortou para a perna esquerda e chutou. Mas sem direção.

Exercendo uma pressão final, o Tricolor levou perigo pela última vez em finalização de longa distância feita por Edson. E nada mais foi suficiente para evitar a derrota na Bolívia.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.