é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 05 de agosto de 2018 às 20h55

Com gol de Edigar Junio, Bahia empata com o Flu no Maracanã

Tricolor soma seu segundo ponto fora

Victor de Freitas

2018-08-05-20-10_capafluminensexbahia2018
Fonte: Maílson Santana / Fluminense FC

Na noite deste domingo, o Bahia encarou o Fluminense, no estádio Maracanã, e ficou no empate em 1 a 1. A partida foi válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o ponto conquistado no Rio de Janeiro, o Tricolor fica com 18 pontos, na 15ª posição. O próximo jogo tricolor, no Brasileirão, acontecerá no próximo sábado (11), contra o América Mineiro, na Fonte Nova, às 19h.

Mas, antes de voltar a atuar pelo Brasileirão, o Bahia terá um compromisso internacional no Uruguai, nesta quarta-feira (08), contra o Cerro. O duelo vai decidir vaga na terceira fase da Sul-americana.

O JOGO

O começo de jogo foi marcado por equilíbrio na posse de bola. Mandante, o Fluminense tentava pressionar o Bahia nos minutos iniciais. Por sua vez, o Esquadrão de Aço tinha a velocidade de Zé Rafael e Edigar Junio como principal força nos contra-ataques.

Aos 14 minutos, o Bahia criou sua primeira grande chance de gol. Zé Rafael partiu em velocidade pelo lado esquerdo e deu e rolou a bola para a chegada de Vinícius, que chutou forte, mas por cima do travessão. Em resposta, o Fluminense chegou ao ataque com Sornoza, chutando de fora da área.

Porém, o primeiro gol da partida sairia aos 20 minutos, para o Fluminense. Em um forte chute de longa distância, o artilheiro Pedro surpreendeu o goleiro Anderson e marcou um golaço.

Mesmo com o gol sofrido, o Tricolor não se abateu em campo e se lançou ao ataque em busca do empate. Aos 24 minutos, Vinícius recebeu cruzamento e cabeceou por cima do travessão.

Vivendo grande fase e novamente inspirado, Zé Rafael quase marcou um lindo gol aos 27 minutos. O meia recebeu bola alta fora da grande área e chutou forte sem deixar cair no chão. Mas parou em uma defesa do goleiro Júlio César.

SEGUNDO TEMPO

Já na segunda etapa, o Esquadrão criou a primeira chance perigosa da partida, em cabeçada de Elton que passou perto do travessão. Nos minutos iniciais, foi o Bahia quem teve a posse de bola por mais tempo.

Com o jogo controlado pelo Fluminense nos minutos seguintes, Enderson promveu uma mudança no setor ofensivo. Tirou de campo o atacante Gilberto e mandou Élber para o jogo. Desta forma, Edigar Junio voltou a atuar na posição de centroavante.

Sete minutos após a substituição - feita aos 29 - o Bahia chegou ao gol de empate, justamente com a modificação feita por Enderson. Élber levantou bola na grande área e Edigar Junio cabeceou para deixar tudo igual e dar números finais à partida.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.