ecbahia.com

é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Nordestão

Publicada em 19 de janeiro de 2018 às 00h11

Bahia decepciona na estreia e perde em casa para o Botafogo-PB

Defesa falha, Edigar Junio perde pênalti e Tricolor já perde a primeira em 2018

Victor de Freitas

2018-01-18-23-38_capabahiaxbotafogopb
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

O Bahia estreou na Copa do Nordeste na noite desta quinta-feira (18) e perdeu para o Botafogo-PB, por 1 a 0, jogando na Fonte Nova.

Com a derrota em casa, o Esquadrão é o único que não pontuou na primeira rodada do grupo C. O próximo desafio do Bahia será diante do Bahia de Feira, neste domingo (21), pela abertura do Baiano.

O JOGO

O Bahia entrou em campo com cinco novidades no time titular e mais algumas no banco de reservas, o que causou empolgação para a torcida tricolor. Porém, logo aos quatro minutos de jogo, o Tricolor foi surpreendido por um gol adversário.

Em bola lançada para a área tricolor, o zagueiro Tiago falhou no domínio e acabou "ajeitando" para o chute de Allan Dias. Douglas, um dos estreantes da noite, não conseguiu intervir.

Após o começo decepcionante, o Tricolor teve a chance de recolocar o empate no placar aos 12 minutos, quando Edigar Junio foi derrubado dentro da área. O próprio atacante foi para a cobrança, chutou rasteiro, mas parou em uma defesa sem grandes dificuldades do goleiro Edson.

Ao longo do primeiro tempo, todas as jogadas ofensivas eram criadas pelas pontas. Pelo lado esquerdo, os estreantes Élber e Léo criavam os lances de perigo, mas sem grande efetividade. Pelo lado direito, o também estreante João Pedro encontrava espaço quando buscava o ataque em velocidade. Entretanto, também não criou lances para finalização.

2018-01-18-23-39_capabahiaxbotafogopb1
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, o Esquadrão voltou a campo com uma postura mais ofensiva para buscar o resultado positivo a qualquer custo. Porém, as mesmas dificuldades pela região central do meio-campo eram vistas, o que dificultava ações ofensivas. Com isso, os lances seguiam acontecendo pelos lados, porém com mais efetividade.

Aos 16 minutos, Régis recebeu bola do lado direito do ataque e tocou para o meio da área. Edigar Junio dominou, driblou o defensor e tentou colocar no ângulo superior do goleiro Edson. A bola subiu mais do que deveria e apenas passou perto do travessão.

Pressionando o adversário com ataques perigosos pela primeira vez no jogo, o Esquadrão chegou na área adversária novamente aos 18 minutos. Léo avançou em velocidade em direção à linha de fundo, cruzou com perfeição e Élber concluiu. Edson fez grande defesa.

Para tentar mudar o placar, Guto Ferreira apostou nas entradas de Elton, Vinícius e Hernane no segundo tempo, para as saídas de Edson, Nilton e Élber. Mas, apesar das mudanças de jogadas, o nível da atuação não foi alterado.

Aos 37 minutos, o Tricolor fez o goleiro botafoguense trabalhar novamente, em um forte chute de longa distância disparado por Vinícius.

O Bahia ainda tentou uma pressão final em busca do gol de empate, que não diminuiria a decepção pela estreia, mas que seria importante para o campeonato. Porém, sem sucesso.

No último minuto do jogo, foi o Botafogo quem chegou mais perto de marcar mais um gol. Osmar invadiu a área tricolor, em contra-ataque, e chutou colocado. A bola explodiu no travessão.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.