é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Sulamericana

Publicada em 07 de fevereiro de 2019 às 21h12

Bahia decepciona mais uma vez e perde em casa para o Liverpool

Esquadrão precisará vencer o time uruguaio fora de casa

Victor de Freitas

2019-02-07-21-06_capaartur12
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Na noite desta quinta-feira (07), o Bahia encarou o Liverpool-URU pela partida de ida da primeira fase da Sul-americana, mas foi derrotado por 1 a 0. A partida aconteceu na Fonte Nova.

Com a derrota em casa, o Esquadrão agora soma quatro partidas seguidas sem vencer em 2019 e se complica na Sul-americana. No jogo de volta, marcado para 21 de fevereiro, o time tricolor precisa vencer.

O JOGO

Jogando em casa e com time titular completo, o Esquadrão viu a equipe uruguaia criar a primeira chance de gol aos nove minutos, em finalização de Maureen.

Porém, não demorou para o Bahia assumir o controle da posse de bola e começar a criar chances de gol de maneira consecutiva. A primeira oportunidade aconteceu em cabeçada de Moisés, aos 16 minutos, seguida de uma cobrança de falta venenosa feita por Guilherme.

Com a tradicional formação que leva quatro homens à frente, além dos laterais, o Bahia chegou com perigo em uma jogada tramada pelo volante Gregore. Ele roubou bola antes do meio-campo, avançou em velocidade e fez tabela com Artur. Mas, finalizou nas mãos do goleiro, aos 29 minutos.

O goleiro Jorge Bava começou a se destacar a partir daí. Aos 30, Artur chutou de fora da área e fez o goleiro adversário trabalhar. Dois minutos depois, foi a vez de Gilberto chutar forte no canto esquerdo, mas parar novamente no arqueiro.

SEGUNDO TEMPO

Já na segunda etapa, o Bahia voltou a campo com uma postura ainda mais ofensiva, buscando pressionar o adversário no campo de defesa uruguaio.

Com seis minutos, Guilherme acertou uma bela cabeçada no canto direito do goleiro Bava, mas parou em uma incrível defesa. No rebote, Gilberto chutou forte, mas sem ângulo.

Principal articulador de jogadas do Tricolor, o canhoto Artur era mais uma vez o jogador responsável pela armação de lances ofensivos, mas também com tentativas de finalizações, como aos 12 minutos.

Sem conseguir marcar um gol, Enderson optou por mandar Fernandão a campo aos 20 minutos - desta vez entrando no lugar de Guilherme e formando dupla de centroavantes ao lado de Gilberto.

GOL DELES E DERROTA TRICOLOR

Com dificuldades para criar jogadas e sem conseguir mais levar perigo aos uruguaios, o Liverpool foi quem abriu o marcador e venceu o jogo com gol marcado aos 35 minutos, com Ignácio Ramírez.

Após sair em desvantagem, o Bahia chegou perto de igualar o jogo aos 41, em lance criado por Artur e finalizado por Nino. A bola passou ao lado da trave.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.