é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Nordestão

Publicada em 20 de março de 2018 às 23h36

Bahia atropela após levar susto e goleia o Altos por 5 a 2

Bahia atropelou após levar virada no segundo tempo e conquistou um fundamental triunfo

Victor de Freitas

2018-03-20-23-26_capabahiaxaltos
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Após abrir o placar, sofrer uma virada e virar o placar novamente, o Bahia venceu o Altos por 5 a 2 em um jogo válido pela quinta rodada da Copa do Nordeste.

Com o triunfo, o Bahia segue firme na segunda colocação do grupo B do Nordestão, agora com nove pontos ganhos em cinco jogos. Para garantir a classificação antecipada às quartas de finais, o Náutico precisa tropeçar em casa contra o Botafogo-PB.

O JOGO

Vindo de dois jogos sem vencer, o Esquadrão entrou em campo em busca de um novo triunfo na temporada que poderia lhe garantir a classificação antecipada - a depender do resultado do Náutico.

Atuando na Fonte Nova, o Tricolor teve a posse de bola por mais tempo no primeiro tempo. Porém, demonstrava dificuldade na criação de jogadas ofensivas nos primeiros minutos do jogo.

A primeira chance de gol da partida aconteceu aos 11 minutos. Após cruzamento que partiu do lado direito do ataque tricolor, Kayke cabeceou na grande área - mas sem a direção do gol.

Após um gol anulado do Altos, aos 20 minutos, o Bahia voltou a levar perigo ao gol do Altos em lance criado por Zé Rafael, aos 24 minutos. O meia tentou encobrir o goleiro Gidão, mas não teve sucesso.

Por outro lado, o goleiro Douglas foi obrigado a fazer uma boa intervenção aos 34 minutos. Marconi ganhou a defesa e chutou da meia-lua. O arqueiro tricolor espalmou.

Nos minutos finais da primeira etapa, o Esquadrão conseguiu levar perigo e fazer o arqueiro adversário trabalhar. Aos 39 minutos, Vinícius acertou um belo chute colocado, mas a bola raspou a trave do Altos. Aos 40, Edigar Junio recebeu passe na grande área e chutou forte para defesa de Gideão.

SEGUNDO TEMPO

Já no segundo tempo, o Bahia voltou a campo com uma postura mais ofensiva e que não demorou para dar resultado. Logo no primeiro minuto, uma bela trama de ataque foi finalizada por Zé Rafael, que chutou de perna esquerda e viu a bola passar perto do travessão.

TRICOLOR ABRE O PLACAR

Aos sete minutos, o goleiro Gideão não encontrou a bola, após escanteio de Vinícius, e o zagueiro Tiago cabeceou para abrir o marcador a favor do Tricolor.

KAYKE PERDE GOL INCRÍVEL

No minuto seguinte, Kayke recebeu um cruzamento rasteiro perto da pequena área. Sem marcação e com o goleiro caído a sua frente, o centroavante finalizou em cima do arqueiro e perdeu o gol que poderia "matar" o jogo.

ALTOS EMPATA

Em resposta, o Altos fez valer o ditado mais antigo do futebol: "quem não faz, leva". Aos nove minutos, Joélson recebeu passe na grande área, após troca de passes, e chutou colocado sem chances para Douglas.

Após sofrer o gol de empate, o Tricolor voltou a se lançar ao ataque nos minutos seguintes. Lucas Fonseca e Zé Rafael tiveram oportunidades aos 14 e 17 minutos - a segunda em um lance criado pela esquerda e finalizado para cima do travessão pelo meia tricolor.

VIRADA DO ALTOS

Aos 20 minutos, a virada do time piauiense aconteceu após uma jogada de contra-ataque pela direita e que resultou em cruzamento e gol contra feito por Tiago

NOVA VIRADA DO ESQUADRÃO

Já com Marco Antônio em campo, na vaga que era ocupada por Kayke, o Bahia cresceu em campo e protagonizou um "massacre" nos minutos seguintes. O goleiro Gideão fez defesas incríveis em finalizações de Vinícius e Marco Antônio. A bola ainda não encontrou a trave em uma destas chances. Em nova tentativa, Marco Antônio perdeu um gol sem marcação na grande área.

O empate tricolor aconteceu aos 28 minutos. Após novo cruzamento de escanteio de Vinícius, Edigar Junio subiu mais do que a zaga e cabeceou firme para o fundo das redes.

No minuto seguinte, o Bahia fez uma pressão sobre a defesa do Altos e roubou a bola na intermediária. Edigar Junio recebeu passe na grande área e chutou firme para virar o placar.

GOLAÇO DE VINÍCIUS

Em contra-ataque puxado aos 35 minutos, Edigar Junio ganhou de dois defensores e lançou para Vinícius. O meia dominou na grande área e chutou forte. O goleiro Gideão até tocou na bola, mas não conseguiu evitar o golaço.

MAIS UM GOLAÇO

No último lance da partida, o Tricolor ainda encontrou mais um golaço, este marcado por Zé Rafael, em um chute maravilhoso de fora da área.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.