ecbahia.com

é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Mercado

Publicada em 26 de maio de 2018 às 14h17

Após comprar Gregore, Bahia passa a ter 5 emprestados no elenco

Allione, Edson, João Pedro, Léo e Kayke são os únicos atletas emprestados ao Esquadrão

Victor de Freitas

2018-02-24-15-21_capaallione03
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Entre o final de abril e o final de maio, o Bahia confirmou a opção de compra nos contratos de empréstimos de Marco Antônio e Gregore. As aquisições diminuíram ainda mais o número de atletas emprestados no elenco tricolor em relação a anos anteriores.

Prática que tem sido adotada pelos dirigentes tricolores nos últimos anos, especialmente a partir da temporada de 2016, o Bahia tem adquirido atletas que se destacaram no clube por empréstimo e também apostado na compra de jogadores. O resultado é a diminuição de jogadores que chegam emprestados e que em muitos casos não retornam no ano seguinte em caso de destaque.

Após confirmar a compra de Gregore, nesta última sexta-feira (25), o Bahia passou a ter apenas cinco jogadores emprestados em seu elenco. São eles: Léo (Fluminense), João Pedro (Palmeiras), Edson (Fluminense), Allione (Palmeiras) e Kayke (Yokohama Marinos-JAP). Destes, apenas os laterais são titulares.

Com um número restrito de atletas provenientes de empréstimos, o Esquadrão valoriza e expõe os seus atletas na vitrine. Além disso, deixa de depender de jogadores de outros clubes como única forma de formar seu elenco.

No fim de 2017, Jean e Juninho Capixaba foram vendidos pelo clube. Já o atacante Mendoza, que estava emprestado pelo Corinthians, foi vendido ao futebol francês - mas o Tricolor não teve direito a nenhuma parcela dos R$ 3,6 milhões.

No time titular das últimas partidas, o goleiro Douglas, os zagueiros Tiago e Lucas Fonseca, os volantes Gregore e Elton, os meias Zé Rafael e Vinícius e os atacantes Élber e Edigar Junio, possuem direitos ligados exclusivamente ao Bahia.

Já quanto aos 11 contratados em janeiro, Nino Paraíba, Elton, Mena, Nilton e Grolli chegaram ao clube a custo zero, sem contrato com outros clubes. O atacante Élber foi comprado junto ao Cruzeiro e Douglas envolvido na transferência de Juninho Capixaba. Régis também assinou um contrato definitivo em negociação que levou Jean ao São Paulo. Os demais citados anteriormente vieram por empréstimo.

Em 2016, sob a direção de Marcelo Sant'Ana, o Esquadrão adquiriu atletas como Jackson, Edigar Junio, Hernane e Renato Cajá; em 2017, Zé Rafael foi o maior destaque tendo sido contratado por apenas R$ 500 mil.

A partir deste ano, com Guilherme Bellintani e seus diretores, uma nova forma de buscar reforços foi adotada pelo clube. Com a criação do time sub-23, a diretoria mapeia jogadores com idades inferior a 23 anos e sem contrato com outros clubes - na maioria dos casos, os atletas chegam com contrato até o fim deste ano.

O Brasileirão de Aspirantes será o divisor de águas para estes jogadores dentro do Bahia, que tem Gregore como exemplo para ter sucesso nesta prática.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.