é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Djalma Gomes
Publicada em 17/07/2018 às 14h25

Não é só elenco, é comando

 
Nada está bem com o futebol do Bahia e pode piorar porque os indicativos são fortes. São 30 dias da Era Enderson com folga suficiente para treinos e o time é um amontoado em campo. Até o razoável toque de bola de outrora que o time tinha perdeu. Um claro exemplo disso foi no jogo em São Januário onde a mística de time valente ruiu de vez e mostrou jogadores acovardados dando chutões para qualquer lado contanto que se livrassem da bola. 
 
Um time que vai à campo para praticar o anti futebol valendo-se medrosamente do regulamento, francamente, não merece a confiança do torcedor e nem a de quem vê o futebol do onze contra onze, friamente. O Vasco da Gama não era o time a ser temido pelo Bahia, afinal foram dois resultados convincentes contra o mesmo Vasco na Fonte Nova. Me ponho imaginando então como será contra a Chapecoense e Palmeiras, respectivamente. 
 
Penso no futuro e me pergunto para onde irá esse mesmo time que sob o comando de Enderson Moreira, em cinco jogos, ou seja 450 minutos, marcou apenas um gol quando obteve uma minguada vitória. Nesse futuro confiam os dirigentes e depositam todas as cartas em Gilberto - novo contratado -  e querem fazer a ressabiada torcida acreditar que só isso resolverá.
 
Não acredito em uma só andorinha pra fazer acontecer esse Verão. Creio que o Bahia tem jeito mas não com essas pessoas que têm se mostrado incompetentes no Departamento de Futebol do clube desde o seu Diretor. Não é só elenco, é comando.
 
Nilton, que pelo que fez em outros clubes deveria ser o titular no Bahia, por que o treinador não utiliza esse jogador de ótima saída de bola, ótimo passe, que chega muito bem à frente e finaliza ainda melhor? Teria ele se acomodado com a reserva, ou tem alguma deficiência física? O que não dá é para vê-lo no banco e ter de aguentar os titulares que não jogam a metade do que Nilton é capaz. 
 
Bellintani tem se mostrado um bom gestor de finanças, mas de futebol ele nada entende, assim como seus pares também não entendem, e se não entendem, os resultados negativos aparecem em campo. Para o futebol não há meio termo, contratar profissionais qualificados para gerir e saber delegar poderes a quem de direito e por mérito, é preciso. 
 
A apatia dos dirigentes no quesito futebol salta aos olhos. No início foram feitas boas aquisições pela diretoria e os aplausos vieram, mas com o passar do tempo a prática mostra que as coisas não estão funcionando como esperado por todos. Por que não mudar onde precisa mudar, mesmo que tenha de se cortar na própria carne?
 
As contradições nas quais todo o departamento de futebol se envolve são gritantes. Nilton não vai pro jogo devido à falta de ritmo - diriam. Marco Antonio idem, Junior Brumado nem se fala... mas Edigar Junio pode sair da inatividade e ir direto pro jogo para nada fazer. Absolutamente nada.
 
Jamais fui favorável à volta de Guto Ferreira, mas já que veio não deveriam substituí-lo no momento em que dar sequência era muito importante posto que ele havia chegado num ponto de conhecimento total dos problemas internos e sabia como conduzi-los e se comportar dentro deles. 
 
Porém o fato de não ganhar fora de casa virou obsessão, mas isso não seria a justificativa plausível. Trocaram Guto na hora errada e nem foi seis por meia dúzia como imaginei antes. Tire suas conclusões, leitor, do quanto valeu a troca.
 
Desculpem-me parecer repetitivo. Não serão pequenos os detalhes que farão o Bahia dar uma guinada daqui em diante, é preciso muito mais que isso. As necessidades no futebol tricolor estão que nem fraturas expostas e serão necessárias atitudes drásticas e pontuais. Será muito mais que conversa interna e promessas vãs. Precisam ser atitudes corajosas e ousadas para o clube não ser levado à Segunda Divisão. 
Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.