é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Caio Vasconcelos
Publicada em 23/04/2018 às 17h27

Minha Análise - Bahia 1 x 0 Santos

Meus Amigos,

 

Sábado no estádio da Fonte Nova, para um público de 15.588 pagantes, o Esquadrão de Aço sorriu pela primeira vez no Brasileirão 2018. Com uma atuação convincente, principalmente na primeira etapa, o scretch tricolor foi superior durante todo o confronto e mereceu o triunfo, com o gol na última volta do ponteiro, do jovem Brumado.

 

Começando de forma intensa, pressionando a saída de bola e praticamente não deixando a equipe da Vila Belmiro passar do meio campo, o Tricolor buscou o gol de forma incessante. As chances apareceram em profusão. Bom chute de Vinícius, bola na trave de Edigar, após boa trama de Nino e Marco Antônio, chute de Zé Rafael passando perto da trave em linda jogada de Léo e Edigar, além de 02 gols anulados (Elton e Vinícius, este no qual tenho minhas dúvidas se foi falta de LF em Vanderlei).

 

O Bahia mereceu muito o triunfo na primeira etapa. Porém, a bola teimou em beijar o barbante. 

 

Para se ter uma idéia do domínio tricolor, o Santos somente chegou com perigo em uma oportunidade, que Gregore cortou o chute na hora H.

 

Na segunda etapa, o Bahia iniciou ainda de forma pressionante, com 2 chutes de Zé Rafael como destaque, ambos com boa intervenção de Vanderlei.

 

O Esquadrão de Aço reduziu a intensidade do jogo, baixando as linhas de marcação, o que permitiu ao time praieiro atacar mais. Não que tenham tido um grande perigo, mas pelo menos chegaram mais na área do time da casa.

 

Porém, a estrela tricolor brilhou mais uma vez (e a de GF tb). Júnior Brumado, aos 49 minutos, após escanteio mal cobrado de Allione e desvio de calcanhar de Elton, surgiu na frente de Vanderlei para tocar com categoria para as redes. Bahia 1-0. Explosão na FN pelos 03 pontos conquistados. Realmente, o Bahia é um eterno gol de Raudinei!

 

Douglas - Sem muito trabalho, saiu bem do gol com socos sempre que exigido. Passa confiança a cada dia. Irá ser um dos destaques do time no BR18.

 

Nino - Muita força física e disposição. Acertou e errou, mas nunca desistiu. Um lutador.

 

Tiago - Foi seguro e quase marca num bom lateral cobrado por Léo. Essa jogada pode ser interessante, visto que ele seria um elemento surpresa.

 

LF - Seguro, um dos melhores em campo. Sempre sério. boa partida.

 

Léo - Foi bem, dentro das suas limitações. Não comprometeu defensivamente. Fez alguns bons lances no ataque. A jogada de lateral com Tiago quase resultou em gol. 

 

Elton - Fez uma partida regular. Alguns bons desarmes. Deu o passe para Brumado marcar o gol do triunfo.

 

Gregore - Um dos melhores em campo. Roubou diversas bolas, raçudo, sem perder a viagem.

 

Vinícius - O pior em campo. Lento, disperso, desinteressado. No 1. tempo ainda chutou uma boa bola em gol. No 2. tempo sumiu. Precisa entrar na área nesta nova função, jogando mais adiantado, ou então recuar para organizar a construção das jogadas com o adiantar dos dois pontas para fazer o time jogar num 433.

 

Zé Rafael - Apesar de não ter feito uma grande partida, lutou bastante e como sempre foi muito importante no jogo. Chutou 03 bolas perigosas e parou em Vanderlei em 02 oportunidades.

 

Marco Antônio - Para mim o melhor em campo. Ciscador, deu trabalho nos dois lados do campo, sempre com bons dribles e movimentação.

 

Edigar Junio - Muito isolado, recebeu muitas bolas divididas. Mesmo assim, foi importante para segurar a bola no ataque e tentar alguma jogada. Acertou a trave. No fim, virou ponta pela direita e levou perigo à defesa santista.

 

Régis - Entrou e pouco produziu. Muita transpiração e pouca inspiração.


Allione - Entrou e quase nada produziu. De bom, um passe para Brumado que gerou o escanteio do gol. Isso pq até a cobrança de escanteio foi ruim.

 

Júnior Brumado - Entrou e mostrou tranquilidade para dominar a bola, incomodar o adversário. No fim, foi premiado com um belo gol, de quem conhece da função.

 

GF - Sorte ou não, mostrou mais uma vez que faz da FN um handicap fortíssimo. Chega a incríveis 32 triunfos em 38 jogos como mandante a frente do Bahia. São 87% de aproveitamento (Informação transmitida pelo tricolor Giorgio Sérvius), o que é excelente. Precisa ser melhor fora de casa e repensar variações do esquema tático, jogar com 2 atacantes mais próximos, ou um meio campo com 1 volante e 3 meias por dentro. 

 

 

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.