é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Caio Vasconcelos
Publicada em 26/10/2018 às 17h20

Minha Análise - Bahia 0 x 1 Atlético/PR

Meus Amigos,

 

Numa quarta-feira de público abaixo do esperado (apenas 23 mil pessoas) e de polêmicas com o VAR, o Bahia fez um bom jogo de futebol mas não conseguiu sair vencedor, na primeira partidas das quartas de final da Copa Sulamericana.

 

Recheado de desfalques (Leo, Nilton, Elber e Gilberto), o time tricolor foi bastante superior durante todo o confronto. Buscou o gol de todas as formas possíveis. Não teve melhor sorte por culpa dos erros absurdos de arbitragem (2 gols anulados equivocadamente e um penalti clarissimo não marcado em ZR10) e por uma grande atuação do goleiro atleticano Santos, que no mínimo fez 3 grandes defesas.

 

O primeiro gol anulado do Bahia é um erro atroz do árbitro. Cl ayton visa somente a bola, Nikão nem próximo do lance está. O jogador tricolor acerta um lindo chute mas o árbitro marca um perigo de gol inexistente.

 

Além desse lance, podemos destacar a linda jogada de Gregore, que passou por 2 adversários e chutou cruzado, levantando o torcedor. O único lance perigoso do time paranaense foi o chute de Lucho González que Douglas salvou. Este lance foi aos 45 minutos do 1. tempo, o que evidencia o domínio territorial do Bahia, que saiu aplaudido pela torcida.

 

Na volta do intervalo o time tricolor novamente foi prejudicado pela arbitragem. Ramires marcou, aproveitando chute de Nino Paraíba, mas erroneamente o juíz deu impedimento.

 

Além disso, Elton, LF e ZR10 obrigaram Santos a 3 grandes defesas. Quando tudo caminhava para um triunfo tricolor, um verdadeiro balde de água fria tomou conta do estádio. NUm chutão do goleiro, Pablo aproveitou a sobra da bola e acertou um chutaço, sem ângulo. 0-1.

 

O Bahia ainda tentou o empate. ZR10 foi puxado claramente por Paulo André, mas o árbitro nada marcou. No fim, Vinícius quase empata num chutaço de fora da área, que passou perto. 

 

Fim de jogo e a sensação de injustiça, mas também de que é possível reverter o resultado no Paraná.

 

Douglas - Não teve culpa no gol. O chute foi de rara felicidade.

Nino - Partida boa, com muita força ofensiva e poucos riscos pelo seu lado.

Jackson - Não comprometeu.

LF - Quase empata de cabeça. Não teve culpa no gol.

Paulinho - Não comprometeu.

Gregore - O melhor em campo. Marcou e atacou com muita desenvoltura. Foi onipresente.

Elton - Não comprometeu. Quase marcou de cabeça.

Ramires - Muito bem no jogo. Cada dia mais mostra qualidades de um jogador diferenciado. Teve um gol erroneamente anulado.

Claiton - Não foi mal, mas poderia ter sido mais incisivo. Teve um gol mal anulado. esperava mais jogadas de fundo.

ZR10 - Não foi bem, pelo que pode apresentar. Teve uma chance clara de gol, defendida por Santos. Precisa render mais. 

Edigar Junio - Pouco produziu. Conseguiu prender bem a bola na frente, mas não conseguiu arrematar com perigo. 

MA30 - Falhou muito. Não conseguiu dar sequência em nenhuma jogada. O futebol caiu muito após a lesão.

Vinícius - Entrou bem, com vontade. Merece novas oportunidades.

Brumado - Entrou para segurar a defesa mas ficou muito isolado. Poderia ter jogado ao lado de Edigar.

EM - Fez o que pode, devido aos desfalques. Apenas poderia ter usado 2 atacantes de área no fim do confronto.

 

PS - Não teve coluna do triunfo contra o Botafogo, pois não consegui assistir a todo o jogo. Seria injusto analisar a partida sem ter visto o jogo por completo.  

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.